Falta uma assinatura na Declaração Amigável. E agora?

falta uma assinatura na Declaração Amigável

Falta uma assinatura na Declaração Amigável. E agora?

16:33 26 Fevereiro em Seguros Automóvel, Sem categoria
0 Comentários

Descubra o que deve fazer quando falta uma assinatura na Declaração Amigável que deve ser preenchida após um acidente automóvel.

Como agir quando falta uma assinatura na Declaração Amigável

Por norma, após um acidente automóvel onde não existam danos corporais (feridos), os intervenientes preenchem a Declaração Amigável e entregam-na às respectivas seguradoras, dando início ao acordo de indemnização direta ao cliente (IDS) que permite que as seguradoras, após a peritagem aos veículos, indemnizem primeiro os seus próprios clientes e reclamem à posterior esse valor junto da companhia do culpado. Aconselhamos a leitura do nosso artigo “Como preencher a Declaração Amigável?” para esclarecer eventuais dúvidas que tenha sobre o assunto.

Infelizmente, nem sempre os acidentes são resolvidos de forma pacífica e civilizada, o que vai resultar na falta de uma assinatura na Declaração Amigável por recusa de um dos intervenientes.
A falta de uma assinatura na Declaração Amigável pode tornar o processo de recuperação dos prejuízos muito mais demorado e conflituoso, prolongando, muitas vezes sem necessidade, as consequências desagradáveis resultantes do acidente.
Tem à sua disposições duas opções para tentar ultrapassar a falta de uma assinatura na Declaração Amigável:

a) Pode reclamar diretamente junto da seguradora do condutor que não assinou a Declaração Amigável;
b) Pode recorrer ao sistema CIDS, caso as seguradoras envolvidas no acidente tenham aderido a este acordo.

O sistema CIDS

Este sistema baseia-se num acordo estabelecido entre algumas seguradoras que permite a comunicação do acidente mesmo quando a Declaração Amigável não está assinada pelas duas partes.
Este sistema aplica-se a acidentes que envolvam o máximo dois veículos, ocorram em território português e cujos danos materiais resultantes não ultrapassem os 15 mil euros.
Quando a comunicação do acidente é feita através do CIDS (Condição Especial IDS), as seguradoras asseguram a reparação do veículo ou a indemnização aos seus clientes, assim como as despesas relacionadas com o sinistro, após o apuramento da responsabilidade.

A equipa da Bela Seguros está sempre disponível para ajudar a resolver este e todos os outros problemas relacionados os seus seguros. Não hesite em nos contactar!

Sem Comentários

Comentar

Prove que é humano(a): *