Fatores que agravam o Seguro de Saúde

Fatores que agravam o seguro de saúde

Fatores que agravam o Seguro de Saúde

18:36 21 Janeiro em Seguros de Saúde
0 Comentários

São vários os fatores que agravam o Seguro de Saúde, aumentando o valor do prémio.

Na verdade, existem diversas circunstâncias que podem levar a que as seguradoras cobrem mais pelo Seguro de Saúde do que seria normal, uma vez que contribuem para aumentar o nível de risco apresentado pelo segurado. Esta avaliação é feita a partir do preenchimento de um questionário e, eventualmente, mediante a realização de uma consulta ou de exames médicos.

Diferentes fatores que agravam o Seguro de Saúde

a) Índice de Massa Corporal
Através do cálculo do Índice de Massa Corporal (kg/m2) as seguradoras avalia o risco do futuro segurado vir a sofrer de determinadas doenças associadas ao peso a mais ou a menos como por exemplo a diabetes ou hipertensão.
Por norma, os valores aceitáveis estão entre os 18,5 e os 25 para as mulheres e os 20 e 25 para os homens. Os valores fora destes intervalos são sujeitos à aplicação de agravamentos;

b) Ingestão de álcool
Os proponentes a um seguro de saúde são obrigados a declarar os seus hábitos diários de ingestão de álcool para que as seguradoras possam calcular o risco do aparecimentos de doenças gastrointestinais, oncológicas ou do sistema nervoso ligadas à excessiva ingestão de bebidas alcoólicas;

c) Tabagismo
É do conhecimento geral que o tabaco está ligado ao aparecimento de diversas doenças graves, sejam crónicas ou mortais. Basta pensarmos na relação intima entre o fumo e o cancro do pulmão ou da laringe. Por conseguinte, o tabagismo é um dos principais fatores que agravam o Seguro de Saúde, dando origem a penalizações na ordem dos 30% sobre o prémio para quem fuma mais de 20 cigarros diários, havendo mesmo seguradoras que aplicam agravamentos a que fuma mais de 10 cigarros por dia.

d) Sedentarismo
Uma vida sedentária contribui para o aparecimento ou agravamento da diabetes, da obesidade ou de doenças cardiovasculares, sendo por isso um dos fatores que agravam o Seguro de Saúde.

e) Tensão arterial
A hipertensão pode ser um sintoma de doenças cardiovasculares graves como a angina de peito, enfarte do miocárdio ou até mesmo congestão cerebral. Como tal, é aplicado um agravamento para proponentes que apresentem valores de tensão arterial acima dos 14/9.

f) Historial clínico do proponente
Este é um fator preponderante para o agravamento do prémio de um seguro de saúde. Ao afirmar que tem um problema de saúde, terá de o explicar ao pormenor, podendo a seguradora excluir da cobertura os sinistros inerentes ao problema indicado ou até mesmo recusar o contrato.

g) Histórico familiar
Em muitos casos, as seguradoras colocam questões relacionadas com o histórico médico dos familiares mais próximos do proponente, tentando prever o risco genético deste vir a contrair uma patologia grave a partir do perfil clínico dos seus antepassados.

Se pretende contratar um seguro de saúde acredita que poderá ser prejudicado por um destes fatores, aproveite a oportunidade para alterar hábitos menos saudáveis que a seguradora possa usar para agravar o prémio. Independentemente das circunstâncias não minta pois se a seguradora descobrir pode anular o seguro, ficando inclusive com o prémio referente ao período ainda não decorrido.

Na Bela Seguros estamos à sua disposição para lhe prestar todos os esclarecimentos que considere pertinentes sobre os fatores que agravam o seguro de saúde. Contacte-nos!

Sem Comentários

Comentar

Prove que é humano(a): *