Comunicar um sinistro automóvel

Comunicar um sinistro automóvel

Comunicar um sinistro automóvel

11:01 15 Janeiro em Seguros Automóvel
0 Comentários

Por forma a comunicar um sinistro automóvel de modo eficaz, há determinados procedimentos que deve seguir.

A forma correta de comunicar um sinistro automóvel

Para comunicar um sinistro automóvel à sua seguradora ou ao seu mediador deve seguir determinadas medidas logo a partir do local do acidente desde que, é claro, a sua integridade física assim o permita.
Antes de mais mantenha-se o mais calmo que conseguir, não deixando que os nervos o atraiçoem, por forma a garantir que tudo acabará bem. Além disso, se mantiver a cabeça fria, será mais fácil lidar com o outro interveniente no acidente.
No local do acidente, não se esqueça de vestir o colete refletor nem de colocar, o triângulo de sinalização para avisar os restantes condutores do sucedido.
Em seguida, recorra ao seu telefone e tire fotografias do local do acidente para que não haja dúvidas em relação ao posicionamento das viaturas envolvidas. Só depois poderá chamar o reboque, se tal for necessário.
É claro que caso haja feridos ou surja algum tipo de conflito com o outro condutor envolvido no acidente deve chamar a entidades policiais competentes.
É então, chegado o momento de avançar para a Declaração Amigável.

Preencher a Declaração Amigável

O preenchimento da Declaração Amigável é um dos passos mais importantes para comunicar um sinistro automóvel às seguradoras. Ao fazê-lo, tenha em atenção os seguintes aspetos:

a) Não deixe em branco nenhum dos itens do documento de modo a evitar eventuais dúvidas futuras;
b) Faça SEMPRE o desenho que lhe é solicitado, mesmo que o aconselhem em sentido contrário;
c) Indique claramente as circunstâncias do acidente e os dados existentes em ambos os veículos;
d) Descreva detalhadamente o acidente, mencionando se foi ou não necessária a intervenção policial;
e) Identifique claramente a oficina que pretende usar para a reparação, mencionando nome, morada, telefone, fax e número de contribuinte;
f) Em relação às possíveis testemunhas lembre-se de que os seus testemunhos apenas serão válidos se tiverem prestado declarações à polícia logo no local do acidente;
g) E, como é óbvio, não se esqueça de que a Declaração Amigável tem de ser assinada por ambos os intervenientes.

Depois de ter este documento devidamente preenchido basta entregá-lo ao seu mediador ou diretamente à seguradora para que o problema se resolva com a maior celeridade possível.
Os clientes da Bela Seguros sabem que estamos à distância de um telefonema para os ajudarmos em todas as ocasiões, incluindo o momento em que precisam de comunicar um sinistro automóvel.

Sem Comentários

Comentar

Prove que é humano(a): *